Menstruação Sagrada

juliaro-paloma-ilustrada-2014

Arte Menstrual da artista argentina Juliaro que pinta utilizando seu sangue menstrual

Etimologicamente falando, a palavra “menstruação” significa “mudança de Lua”. E em muitos dialetos, Lua e menstruação são sinônimos ou estão associados. Quando uma mulher toma consciência do próprio ciclo e das energias nele contidas, automaticamente toma consciência da divindade dentro dela mesma, e de sua sincronia com a Lua.

Tô vendo muita gente compartilhando um vídeo de humor que se chama “E se a menstruação fosse uma pessoa?”. Assisti-lo fez-me refletir sobre algo. Até quando nos mulheres estaremos tão desconectadas da nossa Lua? Por que sempre temos que atribuir o nosso sangue sagrado a algo negativo, ruim e, no caso do tal vídeo, como algo extremamente inconveniente? Daí que muitas mulheres vão me responder: “Porque é, ué!”. Mas daí eu rebato: não seria justamente pela associação negativa que damos á nossa menstruação o que a torna de fato algo ruim? É para se pensar!

Até quando vamos tratar nosso sangue que é a pura fonte da vida como algo digno de nojo, desconforto, um verdadeiro tabu? Algo que precisa ser escondido e jamais comentado ante outras pessoas? Enquanto isso, nos comerciais de absorventes o sangue é representado pela cor azul. Eu entendo que existe uma questão cultural/antropológica com relação ao sangue, mas já deu né?!! O sangue é vermelho e sai todos os meses do nosso útero e verte por nossas vaginas, e está tudo bem com isso!

Nossas ancestrais se recolhiam no período menstrual, justamente por ser um momento de reflexão e conexão com a sacralidade que toda mulher leva consigo. Sem dor, sem constrangimento, sem tabu. Com o advento do Patriarcado, nos mulheres (e consequentemente a nossa menstruação), fomos demonizadas e nossa sacralidade arrebatada. De geração em geração, fomos aprendendo o quão negativo são “aqueles dias”. Logo, nos dias atuais, nós mulheres não temos a possibilidade de recolher-nos durante nossa Lua, portanto o corpo se manifesta gerando na maioria de nós muita dor e desconforto. Convido todas as mulheres que sofrem com TPM ou que associa o ciclo menstrual com algo ruim a refletir sobre isso. A ressignificar o seu ciclo. E aprender a amá-lo como parte de seu corpo.

Desde que comecei a me conectar com minha feminilidade de outra forma, a minha menstruação além de muito esperada é também comemorada. Aprendi a vê-la como sagrada e a cada mês me sinto grata por possuir um órgão gerador de vida dentro de mim, o mesmo que serviu de abrigo para o meu filho. O mesmo que faz-me sentir mulher. E em agradecimento, eu devolvo esse sangue pra terra. É um ciclo. A mulher é cíclica. A Lua é cíclica. A vida é cíclica.

Empoderamento feminino tem a ver também com a relação que temos com nós mesmas de forma física, emocional e espiritual.

Que as Deusas abençoem os nossos ciclos.

#Bday: 29 anos, o adeus aos “vinte e poucos” e a iminente chegada dos 30

Eu passei a maior parte da minha vida sem gostar de fazer aniversário. Sempre criava expectativas em torno da data que nunca se cumpriam, o que me deixava bastante frustrada. Por sorte, há quase 3 anos atrás uma pessoa maravilhosa saiu da minha barriga para me ensinar mais do que eu podia esperar. Me ensinou que a vida é algo pela qual vale a pena lutar e, sobretudo, desfrutar! O Shai, meu filho, é um sobrevivente do nascimento prematuro, e ele se agarrou á vida de forma tão comovente, que me fez concluir algo óbvio: só faz aniversário quem está vivo, e estar vivo é uma ótima razão para comemorar e festejar! 

 By Christopher Jobson

By Christopher Jobson

Hoje eu faço 29 anos, e a não simpatia pelos meus aniversários nunca teve nada a ver com o comum medo que as pessoas tem de envelhecer. Pelo contrário, sempre acreditei que cada ano que entra é uma nova oportunidade para viver o que o autor Paulo Coelho chama de “Lenda Pessoal” .

“…A lenda pessoal é aquilo que você sempre desejou fazer. Todas as pessoas, no começo da juventude, sabem qual é sua lenda pessoal.
Nesta altura da vida, tudo é claro, tudo é possível, e não temos medo de sonhar e de desejar tudo aquilo que gostaríamos de fazer. Entretanto, à medida em que o tempo vai passando, uma misteriosa força começa a tentar provar que é impossível realizar a Lenda Pessoal.
Esta força que parece ruim, na verdade está ensinando a você como realizar sua Lenda Pessoal.
Está preparando seu espírito e sua vontade, porque existe uma grande verdade neste planeta: seja você quem for, quando quer com vontade alguma coisa, é porque este desejo nasceu na alma do Universo. É sua missão na Terra…” (O Alquimista)

Esse ano que começa pra mim hoje, marca a despedida dos “vinte e poucos” anos, e a transição para a tão temida esperada “vida adulta”. Três décadas é, sem dúvidas, um marco na minha vida, e desde muito cedo eu determinei algumas coisas que queria fazer antes de cruzar esse “portal” invisível, mas tão poderoso.

Com a iminente chegada dos 30, foi inevitável não começar o balanço das coisas que determinei fazer/realizar antes de que essa idade chegasse. Não me surpreendi ao dar-me conta que haviam muitos itens que não chegaram nem perto de serem realizados, e outros que eu nem sonhava que poderiam me acontecer tão cedo, já são uma realidade. Não me tornei poliglota, mas sei 3 idiomas. Não viajei pelo mundo, mas vir morar sozinha em Buenos Aires foi uma puta viagem através do MEU mundo. Construí uma família linda que era planejada só pra depois dos 35, mas a vida é tão legal comigo que me proporcionou isso muito tempo antes. Tenho uma casa para chamar de MINHA, e o melhor de tudo: tenho 365 dias pra tentar realizar uma série de coisas maravilhosas.

Para concluir, a minha única determinação para os meus 29 anos, é conseguir realizar o máximo de coisas antes dos 30. Um ano para colecionar momentos e não coisas. É logico que vai ter lista, porque, né? Não seria eu! (risos) Mas a lista de coisas pra fazer antes dos 30 vai ficar pro próximo post, combinado?

Ps.:Escolhi essa arte linda do incrível Christopher Jobson porque representa o que quero para o meu ano novo que começa hoje: Que não me falte amor e nem fôlego para lutar em pról dos meus sonhos! 

Feliz aniversário, Liginha! ❤